Pular para o conteúdo
 Facebook  Flickr  Issuu  YouTube  Instagram  Newsletter - Juntos Fazemos Vila Verde

             

 

 

 

Notícias Notícias

Voltar

FEIRA DOS VINTE - Tradição secular trouxe milhares ao coração da Vila de Prado

Este ano, estreou a iniciativa de bênção dos animais

A tradição continua bem viva na Vila de Prado e arrastou um mar de gente para a secular Feira dos Vinte. Celebrada a 20 de janeiro, no dia de S. Sebastião, foi, como é habitual, o ponto alto de uma programação centrada no mundo rural que atraiu novamente milhares de pradenses e visitantes durante três dias consecutivos (18 a 20 de janeiro).

O dia amanheceu com um sol convidativo e, logo nas primeiras horas da manhã, o largo da feira encheu-se para receber a Feira de Gado, onde os produtores fizeram trocas ou vendas de gado bovino e cavalar, e o concurso pecuário. Celebrou-se, também, a habitual missa e, este ano, estreou a iniciativa de bênção dos animais. Da parte da tarde, houve direito a batismo de cavalo e passeios em charrete, duas atividades que fizeram as delícias dos amantes dos equídeos.

Mas não é só em torno do gado que se faz a agenda deste certame. Quem percorreu as várias tendas encontrou vestuário, calçado, artesanato, artigos para o lar, utensílios agrícolas, produtos hortícolas.... Houve ainda diversões para miúdos e graúdos, sempre com o cheiro dos doces típicos no ar. Como cenário de fundo da festa, a capela da Nossa Senhora do Bom Sucesso recebeu milhares de fiéis durante o dia para prestar devoção a S. Sebastião, santo padroeiro contra a peste, fome a guerra.

 

Noite das Provas foi um dos pontos principais

A Noite das Provas, realizada na véspera (19 de janeiro), como já é costume, foi um dos pontos principais, com grupos de famílias e amigos a marcarem presença nas mesas dos restaurantes e tasquinhas da Vila de Prado para saborear as papas de sarrabulho e provar o vinho novo. A Confraria Gastronómica das Provas da Feira dos Vinte andou de estabelecimento em estabelecimento para degustar as especialidades locais.

 

 Festival de Folclore e Encontro de Reis

A Feira dos Vinte, de raízes antigas que remontam ao reinado de D. Dinis, no século XIV, conseguiu manter a sua essência, mas adaptou-se ao passar dos tempos. A tenda gigante implantada no Largo de S. Sebastião, com aquecimento instalado para combater o frio das noites de janeiro, revelou-se um cenário muito agradável para receber um leque diversificado de atividades, com espetáculos de música (destaque para os já emblemáticos Festival de Folclore e Encontro de Reis), animação pelas associações locais, gastronomia minhota e muito convívio ao longo dos três dias. Nas imediações, decorreu também o espetáculo equestre, que este ano ganhou ainda mais brilho com fogo e luzes em ambiente noturno.

 

Tradição, animação, economia e divulgação da freguesia

O Presidente da Junta de Freguesia da Vila de Prado, Albano Bastos, fez um balanço bastante positivo do evento, afirmando que “após um período de declínio, nos últimos anos a feira ganhou um novo fulgor e tem crescido de ano para ano, cumprindo o desígnio de manter a tradição viva, impulsionar a economia local, dinamizar a agenda cultural e divulgar o nome da vila”.

Albano Bastos não escondeu a satisfação pela forte afluência popular durante todo o programa e pelo feedback extremamente positivo que foi recebendo, tanto do público como das associações que encontram no certame um meio para financiarem o meritório trabalho que desenvolvem durante todo o ano. “As barraquinhas de ‘comes e bebes’ tiveram que repor várias vezes o stock tal foi a procura”, afirmou

O próprio concurso pecuário acabou por registar boa afluência, apesar de alguns constrangimentos alheios à organização, visto que o site da DGAV (Direção-Geral de Alimentação e Veterinária), onde se emitem as guias para os produtores, esteve ‘em baixo’ desde quinta-feira. O autarca fez ainda um agradecimento a todos os visitantes, em especial aos pradenses, que “aderiram em massa e ajudaram a fortalecer e dinamizar a festa”. Uma nota de especial agradecimento também para a pradense Armanda Queirós, que voltou a ceder a título gratuito a Quinta do Paraíso, espaço que recebeu o espetáculo equestre e o concurso pecuário, sem o qual não seria possível todo o brilhantismo do evento.

Assim terminaram três dias em que a Vila de Prado foi palco de momentos repletos de história e confraternização, mostrando que o virar dos séculos não apaga uma tradição tão enraizada como a Feira dos Vinte.

Município de Vila Verde, 21.01.2020

 

GALERIA FOTOGRÁFICA

 


Bem-vindo Bem-vindo

A Internet é o principal veículo de comunicação de que as pessoas se servem, no seu dia-a-dia, em todo o mundo, tanto na sua vida pessoal como no desempenho da atividade profissional. Todas as organizações modernas têm nos seus sites uma janela aberta ao mundo e uma plataforma de comunicação e de interação com o seu público-alvo. Estaremos sempre abertos à inovação e recetivos a sugestões que nos ajudem a continuar a construir um Concelho próspero onde todos gostem de viver e se realizem profissionalmente.            

 

                     Vila Verde Incentiva +

Documentos recentes Documentos recentes

FICHA TÉCNICA

Conceção geral, design gráfico e execução técnica
Unidade de Inovação e Conhecimento, Unidade de Sistemas de Informação

Edição e manutenção
Serviços do Município de Vila Verde

 Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.
Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)

PROTEÇÃO DE DADOS

Apenas deve fornecer os dados pessoais necessários para a prestação do serviço solicitado, nomeadamente para ser capaz de aceder a qualquer um dos serviços no sítio que possuam gestão de processos especificos dependentes do utilizador.
Estes dados serão incorporados nos arquivos correspondentes no Município de Vila Verde e serão tratados em conformidade com o regulamento estabelecido por lei.
Os dados recolhidos apenas serão objeto de transferência, sempre que apropriado, com o consentimento da pessoa em questão ou em conformidade com a referida legislação de protecção de dados.
As pessoas cujos dados pessoais, contidos nos ficheiros do Município de Vila Verde, podem exercer os seus direitos de acesso, rectificação, cancelamento e oposição, na forma prevista pela lei, antes do envio para o arquivo .
Consulte Política de Privacidade do Município.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.