Pular para o conteúdo
concursos de admissão de trabalhadores

              

Notícias Notícias

Voltar

ROTA DAS COLHEITAS - Um hino à tradição e ao mundo rural, está a chegar a maior edição de sempre da Rota das Colheitas!

Está a chegar a maior edição de sempre da programação Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde, tanto ao nível da quantidade e diversidade de atividades como de freguesias envolvidas. Do início de agosto ao fim de novembro, são 41 iniciativas distribuídas um pouco por todo o concelho que colocam em evidência a riqueza da tradição e da cultura popular e convidam vilaverdenses e visitantes a embarcar numa viagem pelo tempo. Recriações de práticas agrícolas ancestrais, gastronomia regional, música popular, artesanato, hospitalidade, beleza do património natural e edificado. Arraiais, festas e romarias. Atividades de desporto e natureza... Não faltam motivos para vir e ficar por Vila Verde, já que vários espaços de alojamento se juntam à Rota com descontos e condições especiais de estadia. Uma programação rica e diversificada que foi apresentada durante a manhã de hoje, 11 de julho, na Loja Interativa de Turismo de Vila Verde.

 

Aprender os saberes e apreciar os sabores locais

Uma oportunidade soberana para viver experiências únicas e inesquecíveis. Aqui, os participantes não precisam de ficar apenas a assistir e podem ‘meter as mãos na massa’. Malhar o centeio e desfolhar o milho, pisar as uvas e espadelar o linho… Aprender os saberes e apreciar os sabores locais. Experimentar na primeira pessoa os hábitos e costumes da genuína cultura popular do Minho. Um programa vasto e alargado que atinge o apogeu na ‘Festa das Colheitas – XXVIII Mostra de Produtos Regionais’, que vai decorrer de 09 a 13 de outubro. Durante cinco dias consecutivos, a sede do concelho acolhe uma mostra do melhor que Vila Verde e a região têm para oferecer, num evento que valoriza a herança cultural enquanto divulga o território pelo país e pelo mundo.

 

António Vilela: “Valorizar a cultura, dinamizar a economia e promover o território”

Presente na sessão, o presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, sublinhou a grande diversidade de iniciativas de uma Rota que “vai abranger quase todo o concelho”. “Vila Verde vive e revive tradições seculares em áreas muito diversas. Gastronomia, folclore, música, práticas agrícolas, valorização dos espaços naturais, do património construído e imaterial, artesanato, produtos locais...”, referiu.

António Vilela prosseguiu frisando o papel preponderante das instituições locais e dos vilaverdenses no sucesso da iniciativa. “Ao longo deste período (agosto a novembro), com a colaboração de muitas instituições e da população em geral, Vila Verde desenvolve um cartaz que pretende também ser de atração turística e valorização do território. E que acaba por ter um custo muito reduzido para o Município, graças ao trabalho voluntário desenvolvido pelos diversos parceiros locais: juntas de freguesia, associações, instituições, empresas, cidadãos a título individual…”, afirmou. Um rol alargado de iniciativas que surgem na senda da estratégia desenvolvida pelo Município de Vila Verde. “Valorizar a cultura, dinamizar a economia local e promover o território pela positiva. Criar âncoras de desenvolvimento para o concelho”, concluiu o edil.

 

O regresso ao mundo rural com “atividades únicas em que todos podem ‘meter as mãos na massa"

De seguida, coube à vereadora responsável pelo pelouro da Cultura, Júlia Fernandes, a apresentação detalhada de um programa que se estende ao longo de quatro meses e atravessa 26 freguesias vilaverdenses com 41 iniciativas que vão fazer o coração do Minho bater mais forte. “A maioria das atividades decorre em espaço rural, nas quintas da lavoura, com os métodos e as alfaias tradicionais”, referiu, acrescentando que a Rota cumpre um duplo objetivo. Por um lado, a perspetiva lúdico-pedagógica. Uma oportunidade soberana para os mais velhos recordarem tempos idos, voltarem a sentir os cheiros, os sons e os sabores da mocidade. Para os mais novos, a oportunidade de contactarem com a sua história e aprenderem “de onde vem o pão, o vinho, os panos de linho… conhecerem estes ciclos”. Por outro, o âmbito turístico-cultural. “Atrair um número cada vez maior de visitantes, que aqui encontram atividades únicas em que podem ‘meter as mãos na massa’. Malhar o centeio, pisar as uvas, saborear as iguarias regionais e o bom vinho verde… Tudo com o envolvimento da população local que faz destas iniciativas um sucesso e um veículo de promoção do nosso território e da nossa cultura”, finalizou Júlia Fernandes.

Município de Vila Verde, 11.7.2019

 

GALERIA FOTOGRÁFICA


                     

Presidência Presidência

COVID-19 - “NUNCA COMO AGORA PRECISAMOS DE SI” - Mensagem do Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde

«Caros(as) amigos(as) Vilaverdenses, Durante esta semana surgiram os primeiros casos positivos de COVID-19 no nosso concelho. A parte inicial desta minha mensagem não podia deixar de ser para transmitir a minha solidariedade e força para com os Vilaverdenses e famílias que estão a sentir...
 Facebook  Flickr  Issuu  YouTube  Instagram  Newsletter - Juntos Fazemos Vila Verde

Documentos recentes Documentos recentes

FICHA TÉCNICA

Gestão, Conceção e design gráfico
Unidade de Sistemas de Informação e Unidade de Inovação e Conhecimento

M;anutenção, edição e manutenção
Serviços do Município de Vila Verde

 Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.
Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)

PROTEÇÃO DE DADOS

O Municipio de Vila Verde, na sequência do exercício de funções de interesse público e exercício da autoridade pública, está profundamente empenhado na implementação de processos que recolham e tratem os dados pessoais adequados, pertinentes e limitados ao que é necessário relativamente às finalidades, cumprindo com os princípios de licitude, lealdade, transparência e minimização.

Adicionalmente, são implementadas, e continuamente avaliadas, medidas técnicas e organizativas consideradas adequadas à salvaguarda da informação mantida sob responsabilidade do Município. Os dados pessoais recolhidos serão conservados pelo tempo estritamente necessário, seja para cumprimento de prazo certo expressamente fixado por Lei ou outro proporcional e adequado ao objetivo da recolha.

Os titulares dos dados pessoais, tratados sob responsabilidade do Municipio, podem exercer os direitos de acesso, retificação, oposição, apagamento, limitação e portabilidade, nas situações aplicáveis, por meio de requerimento específico. Existe um Encarregado de Proteção de Dados designado, que pode ser contactado através do email dpo@cm-vilaverde.pt, ou via postal dirigido ao mesmo e endereçado para a morada Praça do Município 40, 4730-728 Vila Verde.

Para mais informações consulte a nossa  Política de Privacidade.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.